E o tempo não para, não

Por Patricia Travassos

Engraçado o funcionamento da nossa memória. Às vezes um cheiro, um sabor ou uma bobagenzinha da rotina nos transportam anos e anos para o passado. Esta semana, tive um desses flashes deliciosos.

Todos os dias começo a acordar a Isabela às 7:00 para tentarmos chegar à escola às 8:00, 8:10, 8:15…hoje, chegamos às 8:25. Fazia muito frio de manhã e ela, com toda razão, não queria abrir os olhos.

A cama fica mais fofinha com cobertor e edredom. Perfeita para brincar de cabana, com direito a lanterna e muitas gargalhadas. Tudo isso atrasa a hora de dormir e enche de preguiça a hora de acordar, para ela e para mim. Resultado: a manhã começa num malabarismo de afazeres.

Eu tomo banho voando, enquanto estendo em alguns minutinhos o prazo para ela se despedir dos sonhos da noite e despertar para os sonhos do dia. Ainda enrolada na toalha encho ela de beijos como um furacão que seria capaz de acordar da hibernação até um urso de pelúcia.

Aí, enquanto ela toma leite, eu me arrumo. Coloco ela sentadinha, apoiada em travesseiros para segurar a mamadeira sozinha. Sim, ela ainda toma mamadeira. “Prometo tirar assim que o inverno acabar”, repito o mantra para mim mesma três vezes. Ela (a mamadeira) previne que o leite derrame e, nessa correria, sigo esquentando um pãozinho no forno e separando o uniforme dela para os momentos seguintes.

Em geral, depois que acorda, ela não curte ficar coberta. Essa arianinha, mini-adolescente, tem aflição de qualquer coisa que impeça minimamente os movimentos dela. Mas hoje, quando dei a mamadeira, puxei novamente o edredom até debaixo dos braços e fiz um bolinho dos pés dela. Ela chegou a suspirar…quer dizer, não sei se foi um suspiro, se foi dela ou se foi meu, lembrando em microssegundos momentos de décadas atrás. Era assim que minha mãe enrolava meus pés antes de dormir. O tempo não pára! Bom dia, São Paulo! Bom dia florzinha, bom dia passarinho, bom dia vizinhos…

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *