Maternidade não tem receita

A maternidade chega para testar nossa capacidade de improviso. Foi assim nesse vídeo. Os ingredientes separados em potinhos só me ajudariam a ilustrar a fragilidade (ovos), a doçura (chocolate), a importância da amamentação (leite), e o quanto os filhos crescem rápido (fermento). Mas a Isabela invadiu a cozinha e acabamos fazendo um delicioso bolo de chocolate juntas. Ficou uma fofura (o bolo e o vídeo). Quer a receita? Da maternidade, não existe.

 

Fique com a do bolo mesmo:

– 2 xícaras de farinha de trigo

– 1 xícara de chocolate

– 3 ovos

– 1,5 xícara de açúcar

– 1 xícara de manteiga

– 1 xícara e ½ de leite morno

– 1 colher de sopa de fermento (bem cheia)

 

Modo de preparo: bater as claras em neve com o açúcar e reservar. Em outra tigela, bater os outros ingredientes (farinha, chocolate, gemas, leite, manteiga e fermento). Misturar a massa com as claras em neve e assar por cerca de 30 minutos (a 180 graus / não esquecer de pré-aquecer o forno). Para a calda, prepare um brigadeiro tradicional, com uma lata de leite condensado, 3 colheres de sopa de chocolate, 2 colheres de manteiga. Fique atenta ao ponto. Não deixe endurecer demais…a maternidade precisa de ternura! Ah! Para ler o texto que preparei sobre as semelhanças entre cozinhar e criar filhos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *