Cuidados com a pele do recém-nascido

Prefira produtos com PH neutro, sem perfumes e conservantes

A pele do bebê é diferente da pele do adulto, por isso é importante saber como cuidar. Ela é cerca de 50% mais fina e, portanto, corre mais risco de ressecar. O recém-nascido ainda está se adaptando ao ambiente fora da barriga e pode descascar por alguns dias, logo na primeira semana de vida.

Todas estas características fazem com que o recém-nascido possa absorver facilmente substâncias tópicas, com um risco maior de sofrer lesões cutâneas e de adquirir infecções como fungos e bactérias. “Os cuidados principais são limpeza suave com produtos específicos, indicados pelo pediatra ou por um especialista. De preferência, devem ser usados produtos neutros, sem cheiro, não tóxicos e não abrasivos. Não use produtos perfumados nos primeiros meses para evitar reações alérgicas e irritações. É normal que a pele fique vermelha quando o recém-nascido chora. E quando ele está com frio, os  lábios, as mãos e os pezinhos tendem a ficar mesmo arroxeados e azulados”, diz a dermatologista Dra. Tatiana Steiner.

Para as mamães de primeira viagem tudo é novo. Identificar qualquer tipo de anormalidade é um desafio. Uma das funções da pele é a proteção e qualquer tipo de contato com produtos químicos pode favorecer no surgimento de irritações. Entre os sinais de alerta estão vermelhidões, edemas, bolinhas avermelhadas, descamação, áreas de fissura, machucados ou coloração diferente da pele normal. “O bebê está exposto a vários agentes infecciosos, tanto pelas pessoas que entram em contato com ele, quanto por materiais usados em sua rotina de higiene. É difícil uma pessoa leiga identificar e saber diferenciar processos alérgicos de infecciosos. Por isso, em qualquer sinal de mudança na pele, é recomendável conversar com um pediatra”, explica a médica.

Quando houver ressecamento intenso, o indicado é aplicar um hidratante, duas vezes por dia. É fundamental escolher produtos próprios para bebês com PH neutro, sem perfumes e sem conservantes. Entre os cuidados estão também lavar o enxoval do bebê separadamente das roupas da família e utilizar apenas sabão de coco ou específicos.

Descamação na pele recém-nascido

É normal haver uma leve descamação em toda pele dos neonatos. Isso costuma se resolver entre 24 e 36h após o parto, mas pode durar até a terceira semana de vida. “A pele do bebê é protegida por um material gorduroso branco-acinzentado, conhecido como verniz caseoso. Essa camada funciona como uma cobertura protetora. Pode ocorrer também, uma penugem fina, macia chamada de lanugo que pode cobrir o couro cabeludo, a testa, as bochechas, os ombros e as costas”, explica Dra. Tatiana .

Hora do banho

Os recém-nascidos podem tomar banho após a primeira hora de vida. É importante ficar atenta à temperatura corporal do bebê. Para minimizar a perda de calor após o primeiro banho, é imprescindível colocar imediatamente uma toalha-fralda no corpo do bebê e alguma proteção na cabeça. Evite água muito quente, prefira a temperatura morna.

A quantidade de água na banheirinha deve ser suficiente apenas para cobrir até o ombro do recém-nascido. Mantenha o ambiente do banho aquecido, deixe portas e janelas fechadas para evitar correntes de ar. Limpe a banheira antes e depois do uso para remover os restos celulares que foram removidos no banho.

Evite dar banho com muita frequência, o ideal é um por dia. O excesso pode deixar a pele ressecada e agravar qualquer tipo de dermatite, além de remover toda oleosidade natural da pele, que é uma forma de hidratação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *